Pés que coçam
15 de outubro de 2016
A Rota Finisterrana
21 de outubro de 2016
Exibir tudo

Preparação física para o Caminho do Sol

Quando se fala em fazer o Caminho do Sol, uma das principais preocupações diz respeito à preparação física. Mesmo para aqueles que têm o hábito de realizar exercícios, o Caminho do Sol pode representar um desafio.

O tipo de esforço exigido para a peregrinação difere do enfrentado pelo corredor, por exemplo. O peregrino vê-se obrigado a caminhar todos os dias, vencendo longas distâncias sob o peso de sua mochila.

Na teoria bastam pernas e pés para chegar lá, mas o cansaço, as bolhas e as inevitáveis dores musculares mostrarão que, na prática, tudo é bem diferente. Não há como evitar completamente esses problemas, mas você pode (e deve) se preparar aumentando as chances de chegar bem à Casa de Santiago, em Águas de São Pedro. Alinhar as expectativas da mente e o preparo do corpo antes mesmo de dar o primeiro passo, cuidando assim da preparação física, pode ser a diferença entre fazer e viver o caminho, transformando a sua experiência.

É indispensável que se faça um check-up médico e, se possível, converse com um profissional de educação física, que elabore um treino individual e específico para esse tipo de atividade.

Você pode começar a treinar realizando caminhadas curtas, aumentando progressivamente a distância e, se possível, a constância do treinamento. Com o tempo, adquirindo melhor forma física, o ideal seria percorrer a quilometragem média das etapas do Caminho (24 quilômetros), durante dias seguidos.

Em suma, o melhor exercício para uma longa caminhada é… fazer longas caminhadas.

Além disso, atividades cardiovasculares, como ciclismo, corrida e musculação com foco no fortalecimento de pernas, costas e abdômen auxiliam, e muito. Na impossibilidade de realizar essas atividades específicas subir escadas com regularidade pode fazer a diferença.

Durante o seu treinamento procure simular algumas situações que irá encontrar no Caminho do Sol , levando na caminhada a mochila que pretende usar na jornada. É fundamental que você já use a bota ou tênis que comprou para o Caminho para que seus pés se acostumem .

Saiba que, mesmo se esforçando para fazer uma boa preparação, nada pode ser comparado ao Caminho do Sol – o desafio, a motivação, o significado, o envolvimento e o clima são outros.

Conversar com outros peregrinos também é uma grande oportunidade de ouvir relatos sobre as questões ligadas aos cuidados com o corpo.

Veja também

3 Comentários

  1. claudio kai disse:

    Eu gostaria muito de fazer esse percurso, mas infelizmente não posso por enquanto, pois estou aposentado e e o meu numerário é pouco para poder dispor desse valor que me foi informado. Espero sinceramente realizar alguns negócios por aqui para poder realizar esse sonho.

  2. Jair Pancioni disse:

    Gostaria de maiores informações de como fazer o Caminho do Sol, como data, tempo, custo.

    Grato e no aguardo,

    Pan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *