Já fazia algum tempo que estava com a ideia de fazer o “Caminho de Santiago” na cabeça  mas ainda não tinha iniciado uma pesquisa ou planejamento.

Ao visitar a Livraria da Villa enquanto a Micaela estava com a Maria em uma peça de teatro fiquei procurando livros e folheando alguns de forma aleatória. O título “Guia do Viajante” me chamou a atenção! A ideia de ter um guia neste início de pesquisa e planejamento me interessou.

SOBRE O LIVRO:

Capa: O guia do viajante do caminho de Santiago

Capa: O guia do viajante do caminho de Santiago

Dividido em três partes – Orientação, Preparação e Direcionamento – ‘O Guia do Viajante do Caminho de Santiago – Uma Vida em 30 dias, publicado pelo Selo Generale da Editora Évora, é baseado na experiência do autor que por duas vezes (2007 e 2011) andou os quase 800 quilômetros do Caminho Francês, que ligam Saint Jean Pied de Port, na França, até Santiago de Compostela, na Espanha.

O guia aborda a grande maioria das dúvidas de quem deseja realizar o Caminho de maneira simples e prática orientado o futuro peregrino a respeito das características de cada etapa, trazendo dicas sobre as melhores épocas do ano para realizar o caminho, custo estimado da viagem, preparo intelectual, físico e clínico e itens necessários para levar na mochila. Aborda também as diferentes rotas existentes, os cuidados durante a viagem e até pequenos detalhes como as bolhas nos pés, além de mapas topográficos de todas as etapas. O guia apresenta ainda informações de como surgiu o Caminho de Santiago, considerado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

O livro não se aprofunda em alguma temas pontuais da preparação que me interessavam (ex: como escolher a sua mochila), e não é esta a proposta, mas foi o suficiente para que eu me interessasse e depois da leitura, começasse a planejar e me organizar seguindo a sequência de assuntos proposta pelo livro.

Sobre o Caminho: O Caminho de Santiago começou a fazer história quando, há doze séculos, foram encontrados os restos mortais do apóstolo Tiago – que hoje estão depositados na igreja da cidade de Santiago de Compostela. Para percorrer esse caminho, o itinerário mais famoso é o denominado Caminho Francês. Ele recebe a maioria dos peregrinos vindos de várias partes do mundo e leva a Santiago atravessando o norte da Espanha. Em 1987, esse trajeto foi declarado Primeiro Itinerário Cultural Europeu e, mais tarde, Patrimônio da Humanidade. Hoje deixou de ser um roteiro percorrido apenas por religiosos e passou a fazer parte do destino de pessoas que, independente de sexo, casta ou status social percebem que as diferenças da vida cotidiana deixam de existir e no Caminho se tornam iguais.

Sobre o Autor: Daniel Agrela é viajante profissional. Formado em jornalismo, iniciou sua vida de mochileiro em 2002. Apaixonado por viajar e escrever, usa o faro de repórter para descobrir novas culturas pelo mundo e retratá-las em seus textos. De todos os destinos já explorados por ele, o mais marcante e revelador foi a rota de Compostela, motivo pelo qual “O Guia do Viajante do Caminho de Santiago – uma vida em 30 dias” é seu livro de estreia. Percorreu o Caminho de Santiago (Caminho Francês) duas vezes: a primeira em 2007 e a segunda em 2011. É criador da maior comunidade brasileira sobre o Caminho de Santiago no Facebook (www.facebook.com/ocaminhodesantiago).

Referências Bibliográficas: O guia do viajante do Caminho de Santiago – Uma vida em 30 dias ( Editora Évora, 2013, 192 páginas).